A Herdeira – Resenha

“A Herdeira” é o tão aguardado 4º volume da série A Seleção, de Kiera Cass, que a princípio seria uma trilogia (os fãs agradecem). No Brasil, a responsável pela publicação da série é a editora Seguinte, selo jovem da Companhia das Letras.

The Heir

Nesse volume conhecemos outros personagens e contamos com uma nova protagonista. Eadlyn Schreave, filha do casal que teve sua história contada nos primeiros três livros da série, é a narradora-personagem do novo livro.

Eadlyn é a primeira filha de America e Maxon, os reis de Illéa, e nasceu sete minutos antes de seu irmão gêmeo Ahren. Em qualquer outra época, Ahren, o primeiro filho homem, seria o herdeiro do trono, porém seus pais mudaram a lei a fim de garantir a Eadlyn seus direitos de primogênita.

Apesar dos esforços de seus pais para lhe assegurar a coroa, ela não está nada satisfeita com todo o peso que herdar a nação exige. Enquanto seus outros três irmãos, Ahren, Osten e Kaden, vivem uma vida quase normal e longe de preocupações políticas, Eadlyn é treinada desde criança para ser a sucessora do trono.

Quando o rei Maxon assumiu o trono e ordenou a dissolução das castas de Illéa, todo o povo parecia ter se alegrado. Porém, os cidadãos que eram descendentes de famílias de castas inferiores começaram a ter muitas dificuldades de conseguir emprego. Dezenove anos depois do rei abolir as castas ainda havia resquícios de discriminação na população.

Como estratégia de distração, os pais de Eadlyn têm a ideia de promover uma nova seleção, enquanto o rei trata de resolver o problema mór. Essa seleção, no entanto, é nova em todos sentidos, pois o castelo nunca havia sido palco de uma seleção com 35 rapazes para disputar uma princesa.

Eadlyn, entretanto, repudia a ideia com todas as forças, mas acaba cedendo a pressão de todos.

Quando a herdeira acha que está tudo sob seu controle, percebe que seu coração acabou mudando o rumo de seus planos.

“Não sei se alguém sabe o que procura até encontrar” Eadlyn Schreave

Eadlyn não é exatamente uma personagem adorável, foram mínimos os leitores que, de certa forma, gostaram dela. Arrogante, egocêntrica, mimada, foram alguns adjetivos que ouvi referidos a personagem.

A princípio não entendi porque alguém criada por pais tão bondosos e humildes poderia ter se tornado o que ela se tornou. Mesmo seus três irmãos, com perfis bem diferentes, identificam os defeitos de Eadlyn. Tentei culpar a sobrecarga que tem por ser a herdeira da coroa, mas seu próprio pai, Maxon, que teve maiores motivos para herdar essa personalidade foi, desde sempre, um rapaz bondoso e gentil.

Dei uma chance a Eadlyn, porque tenho um carinho muito grande pela autora e sei que ela está sempre me surpreendendo. A personagem ainda tem mais um livro pela frente para evoluir bastante.

Conseguem escolher uma capa preferida? <3

Conseguem escolher uma capa preferida? ❤

Por outro lado, os pretendentes de Eadlyn são muito promissores. Poderia enumerar os meus preferidos aqui, mas vou me manter imparcial para não estragar a surpresa dos fãs que ainda não tiveram a oportunidade de ler. Só posso afirmar que são no mínimo quatro, e sinceramente, não posso escolher entre nenhum deles! (Prevejo meu coração quebrado no próximo livro)

O livro termina com um final inesperado e sem noção. É um daqueles finais que você fica se perguntando “realmente vão me fazer esperar mais um ano para saber o que acontece?”. Mas é, me parece que teremos uma vida baseada em esperar continuações dessa série até que a tortura acabe no próximo ano. Desse drama, nós leitores entendemos.


Já terminou a leitura de A Herdeira ou tem vontade de conhecer a série? Não deixe de contar sua opinião nos comentários. ❤

“A Herdeira” ganhará edição especial em capa dura

Os fãs de Kiera Cass já podem comemorar – e nisso eu me incluo (YES!). A Editora Seguinte, selo jovem da Companhia das Letras, em parceria com a Saraiva anunciou ontem, que A Herdeira, 4º volume da série A Seleção, ganhará uma edição especial numerada em capa dura.

11149278_619362801530701_3671461186670889435_n

A editora já havia anunciado que as versões paperback (versão comum de papel) viriam com um marcador de página anexado junto a contracapa. Agora, resta aos leitores decidirem qual edição completará sua estante.

O livro tem data de lançamento prevista para 05 de maio. E para os ansiosos, a Seguinte publicou o 1º capítulo da continuação que promete ser um bestseller:

http://www.editoraseguinte.com.br/noticias/noticias.php?id=1269

Confira a sinopse:

Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, a filha mais velha do casal. Criada para ser uma líder forte e independente, ela nunca quis viver um conto de fadas como o de seus pais. Por isso, antes de conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, a jovem está totalmente descrente. Mas, assim que a competição começa, a situação muda de figura. E Eadlyn percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto imaginava.